quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Sufocamento Ígneo é removido do Summoner’s Rift!



Sufocamento Ígneo é removido do Summoner’s Rift!




Oi pessoal! Aqui quem fala é o Jag, da equipe de balanceamento do servidor live. É ano novo e estamos de volta com a previsão para o patch 5.2!

A maior mudança que faremos no patch 5.2 é a retirada do Sufocamento Ígneo (DFG). Existem dois grandes motivos para isso:

Primeiramente, DFG concede mais burst que o intencional em kits que já foram feitos para ter um burst alto. Esse item simplesmente dá aquela sensação de “explodi do nada” e torna frustrante a luta contra certos campeões. Tomemos a Le Blanc como exemplo. Ela poderia simplesmente usar o item e um combo com Q, R, E ou Q, E, R para explodir o alvo e ainda se reposicionar com segurança com seu W, permitindo jogadas extremamente seguras/sem altos riscos.

O segundo motivo está ligado ao primeiro. Esse item dificultava o balanceamento de magos com dano burst como a Ahri. Forçava-nos a balanceá-la tomando ela como uma assassina que explode seus alvos afetados pelo E + DFG. Isso nos permite buffar alguns campeões eu seriam OP com a DFG junto ao seu kit.

Com relação a alguns campeões que curtiam comprar a DFG, eles receberão uma atenção especial depois que a DFG sumir (Ahri está com certa prioridade). Mas de modo geral, alguns campeões que não poderão comprar a DFG tomaram um nerf bem SAUDÁVEL. 

Outra classe que estamos de olho para o patch 5.2 é a de assassinos. Alguns assassinos tem potencial extremamente alto de dano e confiável em seu conjunto de habilidades (Akali e Fizz, por exemplo) e não possuem uma fraqueza/desvantagem real. Outros simplesmente são excelentes em uma variedade de espectros. Olhemos o Zed como exemplo. Ele simplesmente é o melhor assassino 1v1 do jogo, com muitos esteroides, mobilidade e a capacidade de dives bem sucedidos, permitindo que ele seja uma escolha viável para split push.

No tocante a jungle... Fizemos muitas mudanças desde o começo da pré-temporada, especialmente em como o Golpear (smite) atua. Manteremos olhos abertos para ver como as mudanças planejadas para o 5.1 afetam o jogo.



Scarizard apareceu para comentar como farão para compensar a falta do DFG:

Quando dizemos compensar, não queremos dizer uma troca litralmente igualitária. Não daremos meios para que os campeões afetados possam ter em seu kit uma DFG. Em outras palavras: antes os campeões tinham um item ativo que aumentava o dano em X%, mas não daremos um aumento de X% no dano de certos campeões. Ahri está na lista para algumas mudanças, dando mais flexibilidade e NÃO DANO. Vocês provavelmente verão algumas alterações nos PBE logo, logo.



Quando questionados sobre quais serão essas “compensações”, Pwyff respondeu:

 Alguns campeões como a Ahri e Le Blanc não terão suas ultimas modificações revertidas (como a volta do silêncio para a Le Blanc) por conta da retirada da DFG. Pensaremos em buffs? Sim, mas definitivamente NÃO DANO. Alguns nem receberão buffs por terem outros itens para se tornarem fortes. Outros não receberão atenção por acharmos que a retirada da DFG é um nerf bem justo e saudável. Assassinos sempre foram difíceis de balancear e é meio difícil entender a diferença entre um mago de burst e um assassino. Mas sem dúvida existem assassinos saudáveis, aqueles que esperam o momento certo para atacar e possuem ferramentas para aproveitar ao máximo do melhor momento. Isso não é o que pretendíamos quando criamos a Lissandra por exemplo. Uma maga de burst que se tornava uma assassina com DFG. Esse item se tornou um: compre-me para diminuir counterplay. Além de ser bem difícil balancear certos campeões por conta dele. Imaginem que seria o mesmo caso para campeões como TF, Fizz ou Kayle quando a Perdição de Lich (Lich Bane) estivesse extremamente forte.



Quanto a Syndra, Annie, Veigar e Le Blanc, Meddler explicou:

Sem mudanças para a Syndra. Ela tem outros caminhos para se manter forte. Para a Annie estamos vendo algumas mudanças em como o Tibers causa dano. Sem certezas para o Veigar e a Le Blanc. A equipe ainda está pensando em caminhos interessantes para eles. A Le Blanc já estava se virando sem esse item no competitivo, mas ainda precisamos avaliar mais.



Jag também comentou um pouco, incluindo o Mordekaiser:

Nossa opinião é de que a LB e a Syndra não precisam de compensação devido à remoção do DFG. Annie é uma história completamente diferente, mas queremos que ela seja mais interessante que apenas: invoque Tibers, use as habilidades e exploda seus inimigos. Quanto ao Mordekaiser, estamos de olho nele. DFG era necessário para seu kit no late game. Mas é difícil lidar com seu kit extremamente básico sem torna-lo um nojo na lane phase.



Quando questionado sobre quais compensações que a Ahri receberá, Meddler respondeu:

Estamos experimentado agora algumas mudanças para realçar o estilo de mago kiter (como um ADC) que a Ahri já está associada. Por exemplo, remover o amplificador de dano do E e adicionar velocidade de movimento para ela quando o Q for lançado, para permitir reposicionamento tático em batalha. Como um de vocês comentou, já testamos um sistema de “munição” para o R da Ahri, parecido com o da Akali, quando ela estava em seus estágios iniciais. Mas esse sistema tornava a Ahri extremamente segura e difícil de lidar, além do desincentivo para jogadas legais com dash, já que ela sempre guardava um dash para escapar a qualquer momento caso algo desse errado.



Com a remoção do DFG, FeralPony também comentou:

Bom, nisso posso comentar. Estamos planejando algumas mudanças em longo prazo para os itens do jogo e possivelmente a adição de mais itens ativos, porém não esperem muito para o patch 5.2. Provavelmente esses itens serão para classes que não possuem muitos itens ativos em suas builds (provavelmente nada para os suportes, pois já estão saturados de itens assim).



Fonte: Surrender at 20
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial