segunda-feira, 30 de março de 2015

Patch 5.6: Bem Vindos à selva!



E ai pessoal! Patch 5.6 foi lançado recentemente e, mesmo que seu foco tenha sido buffar campeões aleatórios, definitivamente afetou a selva de algumas maneiras. Nesse artigo, estaremos discutindo o que mudou e o que podemos esperar com tais mudanças.

Vamos falar primeiramente das mudanças para campeões da selva e se eles serão efetivos ou viáveis nesse patch.




Aatrox é um campeão que já foi uma escolha de grande importância na selva ( season 3 ). Ultimamente, ele não tem sido visto muito e é algo que pode ser atribuído principalmente ao fato do seu late game ser estranho. A mudança no Poço de Sangue dá muito potencial a seu late game devido a possibilidade de uma ulti encher completamente seu Poço. Isso lhe permite usar sua passiva de forma efetiva, por exemplo, se sua passiva é ativada quando você tem o Poço de Sangue cheio, você irá se curar muito mais, e em adição você ganha mais velocidade de ataque. Há potencial para vermos Aatrox como uma escolha decente na selva, especialmente com Cinderhulk e a capacidade de agressões e dives bem cedo no jogo.



Elise, um campeão que foi muito visto durante a season 3 e a 4, acabou decaindo ao ponto de mal ser viável na season 5. Enquanto essas mudanças resolvem alguns de seus problemas e com certeza irão ajuda-la, sinto que a Riot está ignorando seu maior problema: Dano. Atualmente, ela decai muito e na minha opinião, para ela ser viável de novo seria necessário reverter o nerf do patch 4.4, onde o dano base dela e o dano baseado em porcentagem de vida do Q foi reduzido em ambas as formas. Reverter não é a palavra certa, apenas um pequeno buff no dano e Elise iria ser escolhida muito mais. De qualquer maneira, sinto muito por aqueles que são main Elise. Ela foi buffada, sim, e isso irá ajudar ela, mas não creio que fará dela uma boa escolha.



 Evelynn é outro campeão que já teve dias melhores. À primeira vista, todas essas mudanças parecem ser buffs, mas a mudança na passiva do W não irá conceder velocidade de movimento bônus e diminuir sua capacidade de distribuir dano. Antes do 5.6, você podia usar o Q repetidamente em um alvo e ainda conseguir acertar auto ataques. Mas agora, será muito mais difícil manter-se no alcance, uma vez que não receberá mais velocidade de movimento, portante você só irá usar o Q. O tempo reduzido para sua passiva é ótima. Ela definitivamente recebeu um pouco do amor que precisava, mas não o suficiente para que eu a considere uma campeã top tier da selva. Ela será jogável? Sim. Top tier? Muito difícil.



"Hello darkness, my old friend". Nocturne é um campeão que também precisava de um pouco de amor, especialmente após os nerfs concernentes à Labareda Selvagem season passada. Eu o considero um caçador da selva que farma muito ( ult em tempo de recarga, ele farma ), e esse buff permite que ele poderá usar sua ult mais vezes e ser portanto, mais relevante. Juntando isso ao buff do E que lhe dá muita velocidade de movimento adicional quando aplicando terror a um alvo (4.21), é muito provável vermos Nocturne mais vezes ( ou não ).



Rammus é um campeão que eu  pensei que seria  top tier com a Cinderhulk. Mas geralmente, ele é um campeão que começa com botas de mobilidade e guarda territorial antes de qualquer coisa e foca em pressionar bem cedo. Como você não tem Cinderhulk tão cedo quanto em outros campeões, o item acaba não ajudando a limpar os campos da selva. Considerando que a limpeza dos campos do Rammus é horrivel no inicio do jogo, fazem dele uma escolha medíocre. A redução do gasto de mana no Q deve ajuda-lo um pouco, mas não resolve o problema da velocidade na hora de fazer a selva. Não creio que vá ser um pick popular.



Uma das escolhas mais fortes do patch passado, Sejuani recebeu nerfs mais do que necessários. Ela estava um pouco forte demais no patch 5.5 por conta da Cinderhulk e até mesmo antes da 5.5 já era forte. O nerf no W não é tão massivo se comparado ao nerf em sua ultimate. Se você olhar o quanto o dano foi diminuido, perceberá que não há mudanças no nivel 1 da habilidade, 0.5% diminuidos no nivel 2, 1% no nivel 3, 1.5% no quarto nivel e 2% no nivel 5. Portanto no late game ela ira causar 2% menos dano. Usando um tank com 4 mil de vida como exemplo, e você usando o W, o dano passou de 480 para 400. Entretanto, agora você será punido ao errar sua ultimate, essa é a grande mudança. Anteriormente, se você errasse a ult, o time inimigo recebia um efeito de lentidão tão obsceno que você poderia alcança-los e destroça-los. Agora, serão afetados com apenas 30% de lentidão, portanto você realmente precisa acertar a ultimate a partir desse patch. Apesar desses nerfs, Sejuani continua sendo uma escolha top tier, e creio que ela continue sendo pick ou ban nesse patch.


Sion é a segunda grande escolha do patch 5.5 devido a sua limpeza de campos tranquila e sinergia com o encantamento da Cinderhulk. Seu Q causa menos dano para monstros em 10%, sendo portanto um nerf direcionado a sua limpeza dos campos da selva. De forma similar, seu E causa 20% menos dano quando atinge um monstro/tropa com ele. Enquanto seu E é usado mais para poke na fase de rotas como top laner, o nerf afeta um pouco a jungle. No mais, nerfs decentes, mas acredito que ele continuará sendo um bom caçador da selva nesse patch. A sinergia com Cinderhulk é simplesmente muito alta.

Mudanças Técnicas












As mudanças no alcance da visão são na verdade muito importantes. Aqui há outra imagem para mostrar o quanto foi reduzido. Vermelho é o novo alcance, enquanto verde é o alcance anterior. Vale notar que você não conseguirá passar despercebido por ele quando o time inimigo o ter controlado. Só não conseguirão ver dentro do covil do dragão mais.














Essa é uma mudança enorme, afetando fatores como dragões feitos cedo no jogo, controle de visão no barão e no dragão e controle de visão do rio em geral. Basicamente força os jogadores a ter uma sentinela dentro do covil do dragão uma vez que é possível evitar a visão do aronguejo para entrar no covil.
















Essa é uma ótima mudança para nós que somos caçadores da selva. Do jeito atual, se ficamos para trás, é muito dificil manter-se relevante em experiencia em comparação com as lanes solo. Geralmente, o caçador fica proximo do nivel da lane duo quando muito atrás e quando muito à frente, continua perdendo para os solo laners. Isso também ajuda campeões com velocidade de limpeza fraca, e lhes dá mais força nesse quesito. A unica coisa que me preocupa é a possibilidade dessa mudança trazer caçadores que focam em farm ( Udyr, Master Yi ) mais constantemente. De qualquer forma, buffs ótimos!

A jungle pode não ter recebido muitas mudanças em comparação com o 5.5, mas o que mudou definitivamente irá mudar o meta um pouco. Na maioria, os top tiers continuam os mesmos que os da atualização passada. A mudança principal é a visão do aronguejo e a experiência na jungle. Obrigado por lerem!

Fonte: Dignitas
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial