segunda-feira, 6 de abril de 2015

A soloQ e você

Imagem: Instalok

Boa noite time! Mais uma vez, trago um artigo da Social Gamers que escrevi falando da nossa odiada e amada SoloQ!

EU E A SOLO QUEUE

Isso é só um pouco da minha história na SoloQ, se quiser pular, fique à vontade!
Quando comecei a jogar soloQ, eu era tão desinformado que só tinha uma página de runas e ela era full critico! Pra piorar, eu fazia duos com meus amigos com lanes Blitz e Alistar. Eu não entendia o meta naquela época, não entendia o porquê ele era seguido e achava que era apenas uma “moda” não necessária. Depois de muito cair e chegar ao fundo do poço com cerca de 750 de ELO (!) (algo que seria bronze 5, com 0 pontos, acredito eu) eu percebi que meta era algo necessário sim, e então corrigi isso, apenas para entrar a cometer outro erro, acreditar que o meta é algo tão quadrado que qualquer tipo de mudança é motivo para a derrota, assim, terminei a season 2 com 1200 de elo (prata ~5).

Na season 3 eu estava determinado a entender tudo sobre LoL, e aos trancos e barrancos, consegui pegar Gold 1, pra me encontrar travado nele por mais de 500 jogos, por cerca de 4 meses, aí surgiu o maior erro da grande maioria das pessoas do low elo, eu comecei a acreditar no Elo Hell, e passei a aceitar que meus times iam decidir o futuro dos meus jogos, bastava alguns erros e eu automaticamente pensava “bom, eu fiz meu máximo, mas meu time me afunda”. Após finalmente quebrar a barreira do Elohell e entender que cada um de nós faz seu elo, eu consegui pegar platina 5, apenas pra começar mais um erro, o comodismo.

Esse erro ocorre geralmente logo após subimos para um novo tier, provavelmente porque vemos o próximo passo tão distante e não temos aquela força de vontade que tínhamos até então. Fechei a season 3 com cerca de 2000 jogos, platina 2, mas com uma coisa certa na minha cabeça, eu tinha toda a bagagem mecânica que precisava pra alcançar o diamante, era apenas uma questão de consertar erros.

Começando a season 4, foi a grande fase de amor que tive com a soloQ, toda minha determinação estava se traduzindo em ascensão de ligas, quando finalmente bati meu pico de diamante 2. Por motivos pessoais, fui forçado a “largar” a minha frequência de jogos. Quando voltei, caí pro diamante 5 onde permaneci por muito tempo, pra finalmente no fim da Season voltar pra diamante 3.
Na Season 5, iniciei ela no Platina 1, subi pro diamante 5 onde voltei a repetir o meu erro de estar comodo e caí pra platina 3, onde estou atualmente.

Tudo isso apenas para que todos percebam que a soloQ é um lugar difícil para qualquer um, ninguém sobe do dia pra noite e chega ao desafiante sem passar por 1001 dificuldades!

O JOGO COMEÇA ANTES DA QUEUE

Está tendo um dia ruim? Bateu o carro? Está com lag? Não jogue, poupe o seu jogo e de mais 9 pessoas.

Percebeu que já está rolando briga na seleção de campeões? Sobrou uma lane que você é péssimo? Você tem um quit por dia que vai te custar apenas 3 pontos, use ele com sabedoria pra não se arrepender de perder 30 minutos e 20 pontos depois. Tudo está certo? Ok, analise o seu time e o adversário, faça um pick bom para o seu time, dentro da sua pool de campeões. Preparado para jogar? O jogo começa aos 00:00, invada ou proteja sua jungle, muitas vezes o jogo começa mal em um invade adversário porque você não cobriu sua parte.

TROLLS

Trolls existem (até no challanger), ponto final. Não é o ideal, mas até conseguirmos novas maneiras para erradica-los do LoL, aceite, aprenda a lidar com eles e, principalmente, não se junte a eles. Não justifique suas derrotas pelos trolls, eles existem no outro time também, e quanto mais você usar isso de desculpa para justificar aonde está, menor sua chance de subir. Entenda, isso não quer dizer que você não vai perder jogos por conta deles, mas também quer dizer que você vai ganhar jogos por conta de adversários trolls.

Use seu report sabiamente, reporte quem realmente trollou sua partida, não quem jogou mal.

ELO HELL

O Elo Hell, lugar que ficamos presos porque nossos times vivem nos afundando, certo? Errado. Na minha opinião, quem cria o Elo Hell somos nós mesmos, seja o elo que for. Atualmente eu estou tendo dificuldades de voltar ao diamante, e já algumas vezes eu cai nesse pensamento de que meus times estão dificultando minha jornada, mas é só eu refletir um pouco pra perceber que isso é uma mentira. Não existe um elo concreto pra ser chamado de Elo Hell, pra alguns é o bronze, pra outros o platina. Nada mais é do que uma barreira que encontramos na nossa frente e criamos essa ideia de que não é nossa culpa que não estamos subindo, e sim, do matchmaking.

META GAME

O meta game existe sim, é fato. Mas entenda, a soloQ é uma caixinha de surpresas, não se desespere por ver um thresh jungle, nocturne mid ou vayne top. Todos os jogos são “ganháveis” na soloQ, e isso depende grande parte da sua atuação. Meu main é o Amumu, eu não sei dizer quantos jogos fui xingando por pickar ele na jungle simplesmente por ele não estar no meta, mesmo tendo mais de 60% de vitórias com ele. Dê uma chance pras pessoas antes de criticar, sua crítica pode começar o jogo com o pé esquerdo.

FEEDANDO NA SOLOQ

Atire a primeira pedra quem nunca feedou. É comum feedar uma vez ou outra, como lidamos com isso, é a chave para transformar uma derrota em uma vitória. Você sabe muito bem que seu time provavelmente não está muito feliz com você, evite jogar a culpa nos seus aliados, assuma seus erros e bola pra frente! Não se prenda nas discussões e evite se “defender” das acusações, você está lá pra ganhar o jogo, não a discussão do chat.

Um erro muito comum que vejo as pessoas fazerem é achar que só ela tem o potencial de ganhar o jogo, então se ela está perdendo o jogo está fadado à derrota. Isso está absolutamente errado, se permita ser carregado e procure fazer isso da maneira mais leve possível. Está perdendo a lane por 0/2? Ok, não precisa fazer 0/8. Evite afundar um barco que já está andando com dificuldades!

STOMPANDO NA SOLOQ 

Você está 6/0 com 5 minutos de jogo? Que ótimo, mas você ainda é parte de uma equipe. Você só vai “carregar” seu time se jogar junto à eles. Seja o líder da sua equipe, ajude as lanes que estão com dificuldade e se preocupe mais em vencer o jogo do que mostrar para aquele sion 0/4 do seu mid que ele fez um “pick errado”.

CHAT 

O chat, atualmente, é um lugar extremamente contra-produtivo na soloQ, a chance de você ler algo que realmente te ajude é baixíssima. E você deve fazer parte da parte produtiva anunciando tempo de buffs, dragão, summoners spells, ults e afins.

Não seja um rager. Se você é um rager, você está condenando uma grande porção de vitórias. E rage não se reduz a xingamentos exatamente. Você não precisa comentar cada ação que acontece no jogo, seu top morreu “…”; o jungle errou o smite “af nem smitar sabe”; “que build é essa?” e por aí vai, são exemplos de conversas que só vai levar à uma coisa: Desconcentração.

Se não for produtivo, não diga, simples assim.

DECISÃO CORRETA, AÇÃO INCORRETA

As vezes na soloQ temos que entender nosso time e jogar de acordo. Você pode estar certo em estar splitando, mas se já é a terceira vez que seu time luta 4×5, entenda a mensagem, eles não vão parar, então esqueça o seu split, por mais que você esteja certo em faze-lo.

Seu mid não acompanha seus invades? Você pode estar certo em invadir, mas, jogue de acordo e pare de invadir. Resumindo, não tente mudar as pessoas, adapte-se à elas.

NÃO JUSTIFIQUE UM ERRO COM OUTRO ERRO

Nunca se prenda no erro dos outros pra se permitir errar. Se seu suporte foi pego pelo hook do blitz e você se matou junto, você também errou. Se seu mid não deu mia mas você também não prestou atenção no mapa, você também errou. Fez 10/0 e ainda perdeu o jogo, o que você poderia ter feito pra “carregar” seu time para uma vitória? Um erro não justifica o outro e você se colocar numa posição confortável que não cometeu nenhum erro, apenas vai continuar te prejudicando.

SAIBA PERDER

Profissionais tem uma taxa de vitórias de 57 a 60%. Não importa quão bem você jogue, não dá pra ganhar todas. Saiba perder e reconhecer seus erros dentro de um jogo, tire lições e aprendizados para os próximos jogos. Não desanime com derrotas em sequencia, é o total de jogos que importa, não um dia ruim.

Todos sabemos como a SoloQ pode ser um ambiente estressante. Acima de tudo, lembre que isso é um jogo, jogue para ganhar, mas sempre divirta-se em primeiro lugar. Sei que é uma frase clichê mas minhas maiores sequencias de vitórias foram dias que eu estava totalmente despretensioso com meu elo, apenas me divertindo.

Cada um de nós fazemos a SoloQ o que ela é, comece por você a mudança de atitudes que você quer ver nos jogos e procure ver mais os seus erros do que apontar os erros dos outros. Sei que no papel é fácil falar, que tal colocar em prática?

Gostou do artigo e quer conhecer outros que escrevi? Clique aqui!
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial