quinta-feira, 7 de maio de 2015

Novos Profissionais: Keyd Warriors e INTZ Red



As vitórias de Keyd Warriors e INTZ Red sobre Dexterity Team e Jayob eSports, respectivamente, marcaram a primeira vez que times do Circuito Desafiante desbancaram participantes do CBLoL, na estreia da Série de Promoção. Apesar de desconhecidas, as equipes carregam nomes de peso, jogadores de qualidade e irmãs já bem estabelecidas no cenário brasileiro. Mas o que esperar de cada uma no meio da elite do competitivo?

Irmã de peixinho...



Mudei um pouco o famoso ditado “filho de peixinho, peixinho é” para falar um pouco sobre a INTZ Red. Criada em 2014, ao mesmo tempo em que a INTZ Team, a Red não foi destaque da organização até começarem a disputa do Circuito Desafiante com uma esquadra totalmente diferente de sua criação, com jogadores conhecidos no cenário semi-profissional. O reflexo da mudança foi quase instantâneo, e enquanto a Team dominava o CBLoL, a Red dominava o Desafiante.

A INTZ liderou o Circuito Desafiante desde o primeiro campeonato, e nunca saiu do pódio nos cinco campeonatos disputados. Os títulos na Go4LoL Mensal de janeiro e março, e na Xtreme League de fevereiro praticamente asseguraram a vaga na Série de Promoção, ainda somando pontos com o vice na Go4LoL Mensal de fevereiro e o bronze na Xtreme League de março.

A equipe sofreu duas alterações no decorrer do Circuito. SacyR substituiu EzPrince como atirador a partir do penúltimo torneio (Xtreme League de março) e Alocs entrou no lugar do capitão OwninG pouco tempo antes da Série de Promoção. Era uma incógnita se a equipe realmente iria demonstrar o mesmo nível de antes.

A resposta veio rápida. Com uma primeira partida sensacional contra a Jayob, a INTZ Red mostrou o tamanho da superioridade: 15k de ouro de vantagem, 28-13 em abates, cinco Dragões e dois Barões a zero. Atuações estrelares de todos os jogadores e a confirmação que Alocs, presente nas três finais de Campeonato Brasileiro até agora, manteve o altíssimo nível.

Brucer é um meia que chama atenção com campeões assassinos, e pode ser um dos destaques da equipe ao lado de Leozuxo e Alocs, que se comprometeram com a utilidade e iniciação de lutas. Robo é um topo que joga para o time, completando com escolhas como Maokai, Sion e Shyvana. Já SacyR prefere um estilo de jogo mais passivo com atiradores, prezando mais para posicionamento e dano constante que grandes jogadas e ofensividade – como foi seu oponente, TheFoxz, que conseguiu até um pentakill na série.

Ainda é uma equipe que joga de maneira descuidada, com lutas muito extensas e falta de sinergia evidente durante as brigas em equipe. Não raro vimos os jogadores se dividirem durante a luta para caçar abates, e é uma falha que não pode passar para o CBLoL, aonde as equipes possuem um nível de jogo suficiente para punir os adversários a qualquer erro cometido. A grande surpresa foi uma agressividade digna de uma equipe irmã da INTZ Team, com mergulhos nas torres adversárias desde cedo e movimentações ao redor do mapa.

Início da guerra


A vitória dos Warriors da Keyd na Série de Promoção contra a Dexterity colocou a equipe em uma guerra ainda maior: a da Segunda Etapa do CBLoL, valendo vaga no Wildcard do Mundial. O sonho de disputar o campeonato começou a ser construído já na formação da equipe, em fevereiro deste ano.

Com três aparições no pódio do Desafiante, vice na Xtreme League de março, terceiro lugar na Go4LoL de março e finalista do Razer Challenge, ainda contando com um quarto lugar e um quinto, a Keyd Warriors conseguiu finalizar o Circuito Desafiante em terceiro lugar, o último que dava vaga para a série de Promoção para a Segunda Etapa do CBLoL.

Assim como a INTZ Red, a Warriors só alterou seu esquadrão duas vezes. Shini abandonou o competitivo após ser banido por elojob, e Zantins entrou em seu lugar. Em março, a saída de Krow (que futuramente iria para a Keyd Stars) abriu lugar para a contratação de Zuao. Curiosamente, após as alterações a equipe começou a mostrar uma melhora consistente nas atuações, quando era esperado problemas de sinergia, e chegou à Série de Promoção motivada.

A Dex era um oponente perigoso. Sexto lugar no CBLoL e participante da fase eliminatória da Primeira Etapa, não seria surpresa se controlassem a série. Mas não foi nada perto disso que aconteceu. Com três partidas consistentes, a Warriors sacramentou a classificação com o 3-0 no placar e grande destaque para os seus jogadores solo.

Zantins já havia disputado até a IEM São Paulo de 2014 pela Seven Wars (na foto acima; no time com Brucer, esA, Krow e Owning) quando foi banido por um ano por elojob. Sua volta ao alto nível foi construída com muito suor pelo Circuito Desafiante, e a série contra a Dex foi só uma prova do potencial do topo. Já Taeyeon pode ser um nome conhecido dos jogadores que acompanham o competitivo há bastante tempo. O meia participava da equipe da Rising On (que também contava com yeTz, MiT, Rafes e outros) também na rota central, mas não teve tanto sucesso quanto agora na Keyd Warriors, e foi eleito pelos analistas o grande destaque individual no confronto da Promoção. Cansado (ou seu nome antigo, Sarkis) e Professor já jogam juntos há um bom tempo e tem uma sinergia muito boa, enquanto Zuao conseguiu rapidamente construir sinergia com a equipe.

No geral, a Keyd Warriors é uma equipe muito ofensiva e de jogos rápidos, algo que é comum de equipes vindas do Circuito Desafiante, onde é crucial finalizar jogos rapidamente pelos campeonatos serem extensos. No entanto, a ofensividade é bem calculada e não faz a equipe sofrer tantos riscos assim. O controle de objetivos pode ser um ponto de melhora, mas fica claro o bom treinamento que tiveram com a irmã Stars.


Caio

Sobre o autor:


Sub-coordenador da equipe de postagem, Amante de E-Sports e da Quinn, fazendo faculdade de Geografia.

Redes Sociais :
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial