domingo, 3 de maio de 2015

[Opinião] O retorno da rainha dos Avarosianos



  Reworks são uma execução complicada. Unir um kit novo a uma narrativa que reconstrói a personalidade e as origens de um campeão, ou simplesmente tornar sua jogabilidade mais sensata e funcional é algo que exige um trabalho minucioso e detalhista. É preciso pensar se o seu ponto forte será o early, mid ou late game, e fazer com que isso fique claro para os jogadores terem a mínima noção de como controlar o seu poder. Além de toda essa dor de cabeça, ainda é preciso torcer para que toda a renovação seja aceita por parte da comunidade mundial.
  No caso da Ashe, o processo foi um pouco diferente. Depois de seu remake visual, a campeã obteve animações impecáveis e seu visual ficou totalmente coerente a sua historia e função; mas não mexeram no que era mais importante: seu kit de habilidades. Pouco versátil, as skills da nossa arqueira Avarosiana não permitiam que ela se mantivesse segura na lane, privilegiando o controle de grupo e o poke (duas coisas que não combinam) além de terem um gasto de mana altíssimo em relação aos outros atiradores. Ou ela ficava implacavelmente forte, ou sofria o resto do jogo para tentar desenvolver o mínimo de presença possível nas team fights. Até agora.
  A Riot Games já havia dado indícios de que mudanças viriam para Ashe, porém, como já dito, alterações no kit de habilidades de um campeão tem que ser realizadas com calma e visando algum ponto específico que a torne unicamente poderosa. Essas mudanças já foram anunciadas e chegarão em breve ao servidor live, e acredite, ela virou uma metralhadora de flechas congeladas.
  Ashe sempre foi muito frágil. Bastava um assassino dar poucos hits básicos que, caso sua ult estivesse em cooldown, sua vida já descia pela metade mesmo com suas spells a disposição. Isso a jogou no limbo dos atiradores, raramente aparecendo em partidas ranqueadas e muito menos em campeonatos. A rainha dos Avarosianos estava perdendo a coroa para qualquer outro atirador que conseguisse manter o controle no jogo, pois seu kit só a permitia crescer no jogo se o time adversário não tivesse qualquer tipo de engage e explosion. Sem contar que, se por infelicidade do destino ela ficasse sem mana e não pudesse utilizar do seu único ponto alto, a lentidão, não havia outra opção que não fosse voltar para a base, e isso não fazia sentido tanto em questão de jogabilidade quanto na própria história da campeã. Ora, ela é uma arqueira com flechas de gelo! O mínimo que se espera é que cause lentidão independente de qualquer habilidade e custo de mana, e sim apenas atirando.
  O que pode-se dizer é que a nova Ashe superará expectativas. Apesar do seu kit, em geral, não ter sofrido tanto com mudanças, a Riot conseguiu alterar o que a tornava obsoleta: a fragilidade. Claro, ela continua vulnerável aos engages e não dá pra adivinhar como essas alterações impactarão em um jogo, mas é possível concluir que se você virar o único foco da nossa rainha e ninguém conseguir pará-la, amigo, é melhor rezar, porque o trono de Freljord acaba de ser reocupado por uma líder muito mais forte.
  E você, o que está achando das mudanças no kit de habilidades da Ashe? Comente aqui em baixo sua visão sobre a nova jogabilidade da campeã e o que espera dela. Lembre-se, existem opiniões diferentes e todas devem ser respeitadas.

Este artigo não representa a posição oficial da Pwn3ed. Suas informações são de total responsabilidade do autor.
Jaum

Sobre o autor:


Redator da Pwn3ed, 16 anos e nascido no interior de São Paulo. E não, eu não falo poRteira.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial