terça-feira, 4 de agosto de 2015

LoLEsports NA: Kami, o Deus Brasileiro da Mid Lane



Enquanto a câmera sem duvidas ama ele, é difícil capturar Gabriel ''Kami" Santos em uma fotografia. Mesmo em vídeo, ele salta exuberantemente de lugar para lugar , exalando charme e energia.

Brasil não poderia pedir por um garoto-propaganda mais afável, simpático e absurdamente talentoso.

As chances são, se você conhece qualquer jogador Brasileiro, ele é o Kami. A Estrela da mid lane da paiN Gaming é um nome forte  nas regiões do Wildcard e é um dos poucos jogadores brasileiros internacionalmente conhecido pelo fervor de seus fans e por causa das aparições internacionais da paiN

Membro do time desde sua formação, Kami esteve em todos os altos e baixos da paiN, crescendo com o time e com o Brasil inteiro.

Sentindo como uma família



Como o jogador Brasileiro no rank mais alto no servidor NA por um bom tempo -- antes do Brasil receber seu próprio server em 2013 -- Kami já tinha um pequeno reconhecimento pelos seus feitos. Ele entrou para a exP Games, que virou paiN Gaming no inicio de 2012. Mas sem um servidor dedicado, a maioria dos times Brasileiros jogava League of Legends só pela diversão

"Nunca esperei que o cenário ia ficar tão grande", diz Kami, admitindo que ele não pretendia virar um profissional. "Mas ai as coisas começaram a crescer muito rápido. Tivemos a IEM em 2012, seguida pela BGS e a introdução dos servidores Brasileiros, ai de repente tivemos um grande cenário competitivo no Brasil. Fico muito feliz de poder ter presenciado esse crescimento de tão perto."

A falta de infraestrutura e suporte fez com que muitos jogadores do competitivo Brasileiro trocassem de time muitas vezes em procura de melhores oportunidades. Porém, a lealdade de Kami com a paiN é algo de se impressionar.

"paiN Gaming foi uma ótima organização pra mim e eles sempre fizeram me sentir em casa" ele diz. "É realmente como uma família"


Viciado na Competição



Nos seus quase 4 anos de paiN Gaming, o legado e a influencia de Kami só continuaram crescendo junto com a região em si. Enquanto outros jogadores caíram para as mudanças de meta. Kami continuou sendo um dos melhores da região, amplamente considerado como um dos, se não o mais , jogador talentoso no servidor brasileiro.

"A auto-confiança de que você pode chegar extremamente longe , desde que você não permita que isso se transforme em arrogância ao longo do caminho. Dito isto , eu estou realmente contente que as pessoas pensam que eu sou o melhor jogador do servidor brasileiro. "

Ele para momentaneamente e continua "Eu digo que sim, me considero o melhor jogador em minha posição no Brasil, Mas de uma maneira auto-confiante!" ele ri.



A competição para esse título é dura, e Kami constantemente enfrenta desafios de adversários difíceis , antigos e novos .

" [Keyd Stars'] Takeshi e eu temos nos enfrentado um ao outro constantemente nos últimos três anos. [INTZ e- Sports'] Tockers é "novo" para o cenário em comparação com Takeshi , mas mostrou que ele merece o mesmo respeito ,ele diz. "Eu gosto de jogar contra ambos os jogadores."
Kami prospera na competição, citando-o a um de seus principais motivadores .

"Eu sou viciado em competição ", diz ele . " O jogo está sempre mudando e a necessidade constante de se adaptar basicamente significa que você está jogando um jogo diferente a cada duas ou três semanas . Esse fato mantém as coisas frescas e impulsiona ainda mais a concorrência e vontade de aprender e melhorar. "


Aprendendo da Competição



Enquanto Kami e paiN Gaming são conhecidos pela dominação no Brasil, eles também são conhecidos por perecerem frente a pressão internacional. Grandes favoritos para ganhar uma vaga no Mundial de 2013, paiN perdeu sem a menor cerimonia para a GamingGear.eu. Em Dezembro de 2014, eles foram eliminados da IEM San Jose em um 0-2 contra a Cloud 9

"Sabiamos que não seria facil, mas ao mesmo tempo, sabíamos que não seria impossível de tirar ao menos 1 jogo deles" Kami diz. "É sempre bom ter uma grande experiencia de jogar com um time melhor, aprendemos muito sobre o meta naquele tempo.

Ele diz que suas derrotas internacionais ajudaram a os continuar melhorando, tanto como time como individualmente

"No meu caso, sempre fui um fan do Hai" ele admite. "Foquei meu treinamento na fase de rotas e depois daqueles jogos eu melhorei muito nesse quesito"

Amor pelos Fans



Depois de um ao difícil em ambos os splits do CBLOL 2015, paiN Gaming e Kami agora preparam para encarar os campeões do ultimo Split, a INTZ e-Sports nas finais dia 8 de agosto.

 "Fiquei de coração partido quando perdemos para a INTZ nas Semifinais do primeiro Split" ele diz. "Eu decidi me dedicar ainda mais e é muito bom ver que os resultados estão aparecendo"

"Em adição a seu crescimento pessoal, Kami reconhece bem que paiN cresceu como um time. Agora eles estão 5-0 nas Playoffs de Inverno.

"Por um longo tempo, as pessoas olhavam para a paiN e viam os melhores jogadores individualmente nas suas posições, mas com uma péssima coordenação e trabalho de equipe" ele diz. "Nossa fraqueza ta finalmente mudando e eu posso sentir isso mais e mais depois de cada partida que jogamos"

Atualmente, os planos de Kami são ganhar as finais e ter a chance de ir para o Mundial pelo Desafio Internacional. Quando perguntamos sobre suas ambições pessoais, ele diz ser muito grato por todas as oportunidades de que lhe foi dado.

"Quando me perguntam 'Qual é o sonho?' Eu geralmente digo que já estou vivendo ele" ele diz.

Enquanto ele não pode responder o que seu futuro o espera, ele diz o que ele mais gosta em ser um profissional atualmente.

"Isso é facil," ele diz. "O Amor dos Fans."

Assista Kami e paiN Gaming jogar contra a INTZ e-Sports nas finais dia 8 de Agosto, para isso, Vá até o canal da Riot Games Brazil na Twitch

Fonte: LoLEsports - NA

Caio

Sobre o autor:


Sub-coordenador da equipe de postagem, Amante de E-Sports e da Quinn, fazendo faculdade de Geografia.

Redes Sociais :
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial