domingo, 27 de dezembro de 2015

Premiação do CBLoL 2016 será menor, mas equipes receberão direitos de imagem

A premiação do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) terá drástica redução em 2016 e passará a ser de R$ 44,5 mil. Entretanto, as organizações receberão dinheiro de direitos de imagem da Riot Games Brasil, o que proporcionará renda maior do que na atual temporada.

O prêmio de R$ 44,5 mil definido para a próxima temporada é 70% menor do que a premiação por edição do CBLoL 2015, que pagou R$ 150 mil. Os campeões, que nesta temporada receberam R$ 60 mil, no próximo ano só terão direito a R$ 15 mil, o que equivale a redução de 75%.

Compare os prêmios:

CBLoL 2015
1 - R$ 60 mil
2 - R$ 30 mil
3 - R$ 20 mil
4 - R$ 12,5 mil
5 - R$ 10 mil
6 - R$ 7,5 mil
7/8 - R$ 5 mil

CBLoL 2016
1 - R$ 15 mil
2 - R$ 8 mil
3/4 - R$ 6 mil
3/4 - R$ 6 mil
5 - R$ 4 mil
6 - R$ 2,5 mil
7/8 - R$ 1,5 mil


No Circuito Desafiante, que no ano que vem terá formato semelhante ao CBLoL, com a participação de seis equipes, a premiação será de R$ 16 mil, sendo R$ 6 mil para o campeão. Nesta temporada, com o circuito composto por seis torneios, a premiação em cada Split foi de R$ 60 mil. A diferença é de 73%.

Por outro lado, as equipes do CBLoL e do Circuito Desafiante terão uma fonte de renda que não existia até esta temporada. De acordo com informações obtidas com exclusividade pelo MyCNB, os times irão receber direitos de imagem, com remuneração de acordo com a colocação final e a exposição de cada time. Equipes que forem mais longe nas competições ganharão mais.

Com os direitos de imagem somados aos prêmios, em 2016, a remuneração aos times do CBLoL acabará sendo maior do que o dinheiro recebido apenas com premiação nesta temporada, conforme disseram três pessoas ligadas às equipes ouvidas pela Reportagem. No Circuito Desafiante, o valor somado não irá superar os R$ 60 mil por Split deste ano.

Outra novidade é que as organizações receberão os direitos de imagem em dinheiro. As premiações dos torneios oficiais são pagas em cartão de débito, como um vale-presente, que não permite saques.

Com as mudanças, as equipes do CBLoL passarão a contar com três receitas vindas da Riot Games Brasil: a premiação e os direitos de imagem, pagos de acordo com o desempenho do time no torneio, e o dinheiro de contrato, cuja maior parte é repassada aos cyber-atletas como "salário da Riot" pela participação no campeonato.

Punição

Punido pelo aliciamento a Caio "Loop" Almeida, o paiN Gaming não receberá o dinheiro de direitos de imagem e de premiação no 1º Split do CBLoL 2016, independentemente da colocação que conquistar. O dono da organização, Arthur "Paada" Zarzur, disse que irá recorrer da sanção imposta pela Riot Games Brasil.

Fonte: mycnb
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial